Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Uma sugestão aos apoiantes da geringonça. Tratem-se!

por Kruzes Kanhoto, em 08.01.17

sintomas-de-la-gripe.jpg

 

Se há coisa que me aborrece é sentir que alguém está a tentar dar-me a volta. Assim do tipo pretender levar-me a concordar com a sua ideia de verdade, por mais evidente que se revele que essa suposta verdade, de que me pretendem convencer, pouco ou nada coincide com a realidade. Isso ou para idêntica situação apresentarem como boas e absolutamente verdadeiras duas soluções antagónicas consoante a que dá mais jeito à sua causa.

É isto, mais do que qualquer outra coisa, que não suporto nos geringonços e na sua tropa de choque. Antes tudo o que de mau acontecia no país era culpa do governo. E, em muitas circunstâncias, de facto era. Agora, quando ocasionalmente reconhecem que algo corre mal, a responsabilidade nunca é do governo. É sempre de um factor estranho e fora do controlo do poder político. A gripe, por exemplo. Nos anos precedentes o culpado do caos nas urgências e das mortes que ocorreram devido à doença era, inevitavelmente, o ministro da saúde. Um tal dr. Morte, como lhe chamaram. Este ano, a culpa das mortes e das intermináveis horas de espera pelo atendimento já não é do governo. Nem do ministro. É do vírus. Diz que está pior do que nunca, o maroto.

Compartilhar no WhatsApp

4 comentários

Comentar post