Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Um deserto de ideias

por Kruzes Kanhoto, em 25.05.18

Os três ou quatro leitores que, de vez em quando, dão por aqui uma vista de olhos sabem que considero a desertificação do interior um dos maiores – senão mesmo o maior – problemas do país. Todo. Sim, que a falta de gente aqui, devido ao continuo fluxo de pessoas em direcção ao litoral, constitui a causa de muitos males de que padecem as regiões da beira-mar.

Solução para inverter esta tendência, obviamente, que não tenho. Nem, parece-me, ninguém terá. A começar nuns quantos estudiosos que estudaram – aturadamente, calculo - o assunto durante seis meses e apresentaram, em Lisboa, as conclusões a que chegaram. Poucas, acho eu. Assim tipo uma mão cheia de lugares comuns e outra de ideias parvas que estão disponíveis na Internet para quem quiser confirmar, ou não, o que escrevo.

Entre as propostas incluem-se uma infinidade de benefícios fiscais para as empresas. Mas, curiosamente, não existe nem uma linha relativamente a benefícios fiscais para os trabalhadores. Se calhar criar uma taxa de IRS reduzida para todos, todas e todes – não vem ao caso mas tinha de escrever isto – que vivem e ou trabalham no interior era capaz de ser algo de muito mais útil no combate à desertificação. É que isto não basta dizer que o importante são as pessoas. Importa é dar-lhes importância. O resto vem por consequência, não por decreto.

Compartilhar no WhatsApp

2 comentários

Comentar post