Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Tudólogos

Kruzes Kanhoto, 16.07.22

O calor trouxe de volta os incêndios e, com eles, os especialistas em matagais, fogaréus e afins. Todos têm soluções para resolver este flagelo e poucos hesitam em apontar o dedo aos proprietários dos terrenos, esses patifes gananciosos. A ideia que qualquer sub-urbano tem de um proprietário rural é a de alguém cheio de dinheiro que apenas por velhacaria ou sovinice não cuida dos seus terrenos. Esquecem-se, ou não sabem, que em muitas circunstâncias são pessoas pobres, velhas, ou que não conseguem tirar a rentabilidade necessária para pagar a limpeza anual das propriedades. Sim, surpreendam-se, aquilo é coisa que se tem de fazer todos os anos porque a natureza não está sempre como o urbano-depressivo a vê na televisão ou quando esporadicamente vem à “província”.

Aflige-me que aos especialistas da especialidade, paineleiros televisivos de ocasião e comentadores de rede social, quando debitam as mais variadas e estapafúrdias alarvidades acerca do tema, nunca lhes ocorra que se as suas ideias fossem alguma coisa de jeito existiria uma elevada probabilidade de já terem ocorrido aos espanhóis, franceses, italianos ou gregos. A menos que esses também desconheçam que onde há floresta, muito calor e pessoas existe sempre uma forte hipótese de haver incêndios.

2 comentários

Comentar post