Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Transformar vilões em heróis é o novo desígnio da opinião publicada

Kruzes Kanhoto, 26.01.19

Esta mania, relativamente recente, de tentar transformar os vilões em heróis tem tudo para correr mal. E, quase aposto, vai mesmo correr muito mal. Isto para além do descaramento de quem promove – nomeadamente a opinião publicada e fazedores de opinião diversos - esta estranha inversão de valores.

O caso do ladrão dos e-mails do Benfica, por exemplo. Não tarda fazem-lhe uma estátua e dão-lhe uma comenda. Ao ladrão. Que, se ainda não mudaram isso, é o que se chama a quem se apropria do que não lhe pertence. Há e tal, denunciou um crime e mais umas quantas trafulhices. Pois. Até pode ser que seja isso tudo mais um par de botas. O “Correio da manhã” também anda sempre a denunciar coisas que, alegadamente, obterá por portas travessas, mas, a esse jornal, os mesmos que idolatram o dito hacker e defendem a sua inocência, chamam esgoto a céu aberto ao dito jornal enquanto clamam pela condenação. Não estou, confesso a minha ignorância, a ver motivo nenhum para a diferença de tratamento. Se um é um esgoto o outro não passa de um cagalhão.

Mas, escrevia eu lá atrás, isto ainda vai acabar mal. É que se passar a ser legitimo cada um apresentar provas de potenciais crimes sem que importe o meio como foram obtidas, o melhor é começarem já a construir umas dezenas de cadeias.

4 comentários

Comentar post