Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Casa para meliantes

Kruzes Kanhoto, 19.04.18

Quem lê as capas da imprensa portuguesa facilmente conclui que vivemos num país de malucos, governado por doidos varridos e onde as correntes com os mais graves problemas demenciais se tornaram nos novos donos disto tudo. Todos os dias temos maluquices novas. Já não estranho. Nem, na maior parte dos dias, ligo. É o hábito. O tal que se não faz o monge, faz o eleitor revoltado que acaba a votar nos "populistas".  

Hoje ficámos a saber, pelo JN, que o Estado vai financiar casas para jovens delinquentes. Ou seja, vamos pagar, para além da nossas, as casas dos meliantes. Mesmo que estes escondam nas suas habitações verdadeiras fortunas. Como o outro, a quem a polícia apreendeu trezentos mil euros. Enquanto isso quem faz uma vida normal vai pagando estes desmandos. Como aqueles ricaços que ganham dez mil euros por ano e pagam quinhentos de IRS. Bem-feita. Ninguém os manda ser parvos. Só trabalham porque querem. 

Hoje cortei as unhas

Kruzes Kanhoto, 10.05.15

unha.jpg

 

Nem precisava escrever mais nada. Um post com um titulo destes vai, de certeza, estoirar com a capacidade do contador de visitas aqui do blogue. Não faltará gente interessada em saber a técnica de corte, o material cortante utilizado e o tamanho a que as unhas ficaram reduzidas. Ou, quiçá, um qualquer outro importantíssimo aspecto que me esteja a escapar relacionado com tão relevante facto.

Vou cortar os pintelhos”, “descasquei uma banana e só no fim descobri que era um morango”, “como fazer um bolo de chocolate sem chocolate” ou “comprei uma t-shirt muita fofinha”, seriam títulos igualmente bons. Ficam para a próxima.