Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Dissertações

por Kruzes Kanhoto, em 20.03.18

478358138.jpg

 

Anda para aí meio mundo indignado por Passos Coelho ter sido convidado para professor numa universidade. Não se me afigura que exista motivo para tanto. Nomeadamente num país onde, a julgar pela ausência de igual nível de irritabilidade, toda a gente parece achar normal que o líder da claque do futebol clube do Porto seja orador em palestras acerca da ética no desporto. Ou que, para além de mim, poucos mais achem um disparate que José Sócrates vá dissertar sobre economia na universidade de Coimbra.

Admito não estar a ver bem a coisa. Se calhar, no caso do macaco e do ex-detido de Évora, a intenção será demonstrar aos participantes nas respectivas iniciativas aquilo que nunca devem fazer. Assim tipo, “estão a ouvir estes senhores? Façam o contrário do que eles dizem e vão ver que o mundo será um lugar melhor”.

Quanto ao Passos Coelho… coube-lhe aquela chatice de tirar o país da terceira bancarrota originada por governos socialistas. Fez, à conta disso, um rol imenso de disparates. Menos, ainda assim, que qualquer dos outros dissertantes acima mencionados. Mas, como forma de expiação, devia era ir dar aulas para uma universidade sénior...

Compartilhar no WhatsApp

O povo está com eles...

por Kruzes Kanhoto, em 15.10.17

Tenho manifesta dificuldade em entender o que move as multidões que se arrastam atrás dos políticos. Mais ainda quando os políticos são tipos como o Isaltino, o Sócrates ou o Valentim. Isto só para citar alguns. Pode, em certos casos, a causa do entusiasmo perante o figurão ter a ver com reconhecimento de favores passados ou a expectativa de benesses futuras. Não negligencio, também, a possibilidade de, outros, serem apenas figurantes contratados para a ocasião. Assim uma espécie de precários do aplauso, digamos. Todos esses, de alguma forma, ainda os consigo entender. Até perdoar, vá. Agora os que lá andam por convicção e por acreditarem piamente nas virtuosas qualidades de que as criaturas serão dotadas, é que se trata de um comportamento que está para além da minha compreensão.

Sócrates foi ontem recebido no Porto em apoteose. Pelas palavras que foi possível ouvir e pelas caras que pudemos reconhecer entre os presentes, ficámos a saber que o Partido Socialista – ou, pelo menos, parte dele – estará ao lado do ex-primeiro ministro. Preocupante, mais ainda por se tratar do partido que governa, mas nada de surpreendente. A “família”, por norma, protege os seus.

Compartilhar no WhatsApp

Um mártir dá sempre jeito...

por Kruzes Kanhoto, em 20.03.17

De repente ficou toda a gente com muita peninha do Sócrates. Coitadinho. Está, garantem, a ser vitima da incompetência da justiça que não ata nem desata nessa coisa da acusação, ou lá o que é. Um atentado aos direitos, liberdades e garantias de um cidadão que não pode ficar eternamente sob suspeita. Pois. Deve ser isso tudo, deve. E aquela parte do “cada tiro, cada melro”, também. Ou, então, é aquilo das barbas do vizinho. É que, não é por nada pois eu destas coisas só sei o que ouço dizer, se a investigação se prolongar por muito mais tempo isto ainda chega ao nível de “paróquia”...

Compartilhar no WhatsApp