Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Racistas!!!!!

por Kruzes Kanhoto, em 13.07.19

IMG_20190713_110114.jpg

Estou que nem posso. Prestes a explodir de raiva, indignação, revolta e dessas coisas todas. E o que me fez ficar assim, possesso, revoltado e indignado, tudo em simultâneo? Pois que foi um sapo. Este que a imagem documenta, mais propriamente. Estava hoje, no mercado das velharias cá da terra, estrategicamente colocado sobre uma mesa. Presumo que para afastar ciganos e isso. Uma vergonha. Deu-me, confesso, vontade de me ir a ele e fazê-lo em fanicos. Que isto de actos de racismo, xenofobia e discriminações várias é o que merecem. Mas, depois de dois ou três segundos de profunda reflexão, achei melhor não. O vendedor – um respeitável cidadão cigano – ainda era gajo para me chegar a roupa ao pêlo. E eram bem dadas, admito.

Compartilhar no WhatsApp

Muitos sapos vai ter a comunicação social de engolir...

por Kruzes Kanhoto, em 05.02.17

IMG_20170205_111754.jpg

 

Não me parece que constitua papel da comunicação social fazer oposição ao poder. Ou, ao invés, servir de suporte aos governos. Nem, exceptuando os jornais partidários, doutrinar os seus leitores. E, lamentavelmente, é isso, ou algo ainda pior, que hoje em dia se tenta fazer nos diversos órgãos de informação. Que disso – informação – é coisa que há muito já se esqueceram de fazer. Pelo menos daquela isenta ou que, vá lá, trate mesmo de informar quem lê sem que o jornalista nos queira impingir a sua opinião. A que, obviamente, tem direito mas que a mim, enquanto leitor, não interessa nada.
É por essas e por outras que a minha leitura de jornais se resume aos que existem cá na terra. Dois, no caso. Sou assinante de um e leitor ocasional de outro. Mas mesmo estes, à sua maneira, estão também a trilhar caminhos idênticos aos que a restante imprensa já segue. Daí que, não raras vezes, me limite a ler o obituário. Rigorosamente, mais nada.

Compartilhar no WhatsApp

Liberdade. É disso que se trata, gajas!

por Kruzes Kanhoto, em 17.06.16

gajas.jpg

 

Por um acaso qualquer, que me esforçarei por não repetir, dei por mim a ler um blogue de gajas. Daqueles que, volta e meia e sabe-se lá porquê, estão em destaque no Sapo. Para meu espanto, quer a gaja autora quer as gajas comentadoras estavam manifestamente encantadas com a proibição – censura, é capaz de ser mais apropriado – imposta pelo autarca de Londres à exibição de publicidade, que envolva mulheres com pouca roupa, nos transportes públicos daquela cidade. Esta opinião escapa, confesso, ao meu entendimento. Provavelmente todas elas, as gajas do blogue, serão gordas, feias e mal-apessoadas. Uns camafeus, em suma. Embora isso não se afigure – excepto, quiçá, para as próprias – como um problema de especial importância. Não precisam é de ser invejosas.

Se calhar, um destes dias, por lá, terão de passar a andar na rua um pouco mais cobertas. Coisa que, de certo, também não vão achar mal. Talvez, até, mais dia menos dia, dar porrada na mulher deixe de ser considerado crime. Nessa altura, possivelmente, gajas como as do tal blogue de gajas poderão começar a pensar que talvez se esteja a ir um nadinha longe de mais. Então o mais certo é já ser demasiado tarde. Mas pedir a uma gaja – ou mais – que escreve para gajas, num blogue de gajas sobre coisas de gajas, para perceber que se trata de uma questão de liberdade e não de estética é, seguramente, pedir demais.

Compartilhar no WhatsApp

Engolir um sapo

por Kruzes Kanhoto, em 30.04.16

0eda8ee.jpg

 

Hoje sinto-me como aqueles comunistas que tiveram de votar no Mário Soares. Percebo, finalmente, aquilo do engolir um sapo. Nem vale a pena estar para aqui a encanar a perna à rã. Neste Sábado desejo tanto que o folculporto ganhe como qualquer adepto dos super-dragões. Ou, se calhar, até mais do que a maior parte deles...

Compartilhar no WhatsApp

Ainda fico vaidoso...

por Kruzes Kanhoto, em 10.01.16

Captura de ecra de 2016-01-10 19:23:52.jpg

 

O post anterior tem estado em destaque na página principal do Sapo. É, no espaço de pouco mais de um mês, a segunda vez que o Kruzes merece tamanha honraria. Obrigado equipa do Sapo blogs!

 

Compartilhar no WhatsApp