Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Porque não apostar na indústria do putedo?

por Kruzes Kanhoto, em 28.10.19

Captura de ecrã_2019-10-28_19-26-46.jpg

 

Alguém chegou ontem ao Kruzes após pesquisar por “putas chinesas de Estremoz”. Assim de repente não estou a ver que raio de algoritmo colocou este pacato e recatado espaço na rota de tão inquietante demanda. Talvez, numa ou noutra ocasião, já aqui tenha abordado alguma problemática relacionada com o putedo. De chineses, uma vez por outra, sou gajo para ter dissertado acerca do enorme investimento que uns chinocas ricaços vão fazer no concelho e que irá gerar para cima de mais que muitos postos de trabalho. Embora, presumo eu mas não posso garantir, não se trate de negócios que envolvam putaria.

Desconheço se por cá laboram putas chinesas. Desconfio que não. Quiçá se trate de um segmento de mercado ainda por explorar – virgem, por assim dizer – e que constitua uma excelente oportunidade de investimento. E é disso – investimento, claro – que Estremoz precisa. Fica a ideia.

Compartilhar no WhatsApp

O gangue, as cabras e as outras

por Kruzes Kanhoto, em 15.12.18

IMG_20181215_163525.jpg

IMG_20181215_163534.jpg

O gangue das pichagens continua ao ataque. São uns engraçadinhos, eles. Desta vez deu-lhes para borrar as placas de indicação de localidade situadas na entrada – e na saída, também - mais deplorável da cidade. Do mal o menos, portanto. Nas outras, que estão devidamente arranjadas, seria pior. 

Desconheço se isto é ou não uma terra de putas. Dessas coisas não sei nada. Mas posso confirmar que se trata de um caminho de cabras. Tal como sei – eu e toda a gente, diga-se - que não constitui a melhor maneira de receber quem chega e tampouco de dizer “adiós” a quem parte. 

Compartilhar no WhatsApp