Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Cidadania activa

por Kruzes Kanhoto, em 20.04.18

IMG-20180418-WA0000.jpg

 

Há quem considere os automóveis uma praga. Os dos outros, nomeadamente. Mas lá que são muitos, são. A circular e parados. Alguns no mesmo sítio durante semanas, meses e, até, anos a fio. Sendo sobejamente conhecida a pouca competência revelada pelas autoridades supostamente competentes nesta matéria, é natural que os cidadãos, para chamar a atenção, desenvolvam acções. E estas parecem boas. Haja quem as siga. Às acções. Ou a estes exemplos, sei lá.

Compartilhar no WhatsApp

Gajas nuas!!!!

por Kruzes Kanhoto, em 12.04.18

el_movil.jpg

 

O investimento e o empreendedorismo estão, definitivamente, a passar por aqui. São, ao que se diz, mais que muitos os investidores, os milhões e os postos de trabalho. Agora é um "Parque de campismo e caravanismo naturista" que vai ser construído no concelho. Parece-me bem. Esse ou qualquer outro investimento. Vestidos ou nús, precisamos de quem invista e traga dinheiro a uma região quase despida de investidores. Neste caso, presumo, os empregos a criar não serão muitos. Se calhar serão mais os mirones. Mas não importa. O que interessa é que essa malta, mesmo andando em pelota, não se esqueça de trazer a carteira.  

De salientar que isto por aqui está a ficar esquisito. Parque para nudistas, hotéis para gays, no mercado de sábado de manhã gente até mais não com ar de quem agasalha o croquete... começo a desconfiar que, mais dia menos dia, ainda fazem disto a San Francisco de Portugal. 

Compartilhar no WhatsApp

Aqui há gato...

por Kruzes Kanhoto, em 11.02.18

100_5725.JPG

 

Da ausência de sátira no Carnaval cá da terra já nem digo nada. É normal. Afinal, tanto por cá como no país, corre tudo tão bem, mas tão bem, mas mesmo tão bem que não se justifica qualquer espécie de sarcasmo, zombaria ou jocosidade.

Quanto à inexistência de gajas nuas, este ano, não me atrevo a reclamar. Está frio, caem uns borrifos e, por isso, percebe-se que as moçoilas não queiram apanhar um resfriado. Seria uma chatice.

Daí que o prémio “KK” para melhor folião vá para este bichano. Não satiriza ninguém, não se quer molhar e faz os possíveis para que não lhe apertem o rabo...

Compartilhar no WhatsApp

Percebe-se a ideia...

por Kruzes Kanhoto, em 28.02.17

100_5000.JPG

 

Compreendo que aquela parte das gajas nuas não entre nos corsos carnavalescos cá da zona. Está fresquinho e as moçoilas não estão para apanhar um resfriado. Seria um aborrecimento. Daí que não se desnudem e deixem isso para, digamos, outros carnavais.

Já quanto à sátira, ou falta dela, percebo um bocadinho menos. Embora um espectador atento cujo nome não será aqui revelado tenha, num momento de rara sagacidade e inusitada perspicácia, descortinado neste dinossauro uma subtil referência satírica. Pois, espectador atento cujo nome não será aqui revelado, assim de repente, não estou a topar. O pessoal não é dessas coisas. É mais destas.

100_5017.JPG

 

Compartilhar no WhatsApp

E as gajas nuas?! Por que raio é que não há gajas nuas, porra?!

por Kruzes Kanhoto, em 07.02.16

100_4518.JPG

 

 

Está tudo muito bom, muito bonito, muito jeitoso e tudo o mais que se queira. Concordo com tudo e mais o resto que se diga, escreva ou murmure. Mas falta a sátira. E, principalmente, as moçoilas desnudadas. Há, portanto, que cortar no apoio público. O dinheiro dá para demasiada farpela...

Compartilhar no WhatsApp