Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Aforro e socialistas costumam ser coisas incompatíveis...Está devidamente certificado!

por Kruzes Kanhoto, em 18.02.16

Certificados de aforro em lugar de Audis. Parece-me bem. Deve ser uma espécie de conselho do Costa mas, ainda assim, afigura-se acertado. Resta é saber se fazem ideias de os pagar. Pelo menos por inteiro. Com as ganas que a primeira-ministra mais o seu adjunto Jerónimo têm de pregar um calote aos credores a coisa não está para grandes confianças.

E depois há aquilo dos anti-factura convictos. Nomeadamente aqueles que tremiam de medo perante a possibilidade de lhes sair um carro. Ou, muitos também, os que constantemente se solidarizavam com os putativos premiados e não se cansavam de fazer contas aos custos que uma bomba daquelas traria aos azarados a quem o luxuoso bólide alemão calhasse na rifa. Calculo que já estejam a preparar um rol de novos argumentos para diabolizar quem, só pelo facto de saber fazer contas e não aprecia pagar impostos, continua a pedir factura. Estou mortinho por ouvi-los.   

Compartilhar no WhatsApp

Facturas para que vos quero...

por Kruzes Kanhoto, em 22.12.15

Captura de ecra de 2015-12-21 22:21:23.jpg

 

Para conseguir poupar “algum” no IRS não basta pedir factura com NIF. Há que estar atento, de seguida, ao que vai sendo submetido pelos comerciantes no e-factura. Se para as “despesas gerais familiares” qualquer coisa serve, para o resto já não é bem assim. Uma das situações mais frequentes é o CAE não corresponder a uma actividade onde se pode obter beneficio fiscal. Aí o que há a fazer é seleccionar a factura e alterar a “actividade de realização da aquisição”. Ou, a verificar-se um caso como o da imagem, efectuar o reporte à Autoridade Tributária através do e-balcão. Sim, por que isto de estabelecimentos com mais ramos de negócios do que actividades registadas é o que não falta. Depois quem se lixa são os do costume.

Compartilhar no WhatsApp