Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Contas de sumir

por Kruzes Kanhoto, em 23.10.16

Tal como receava, o subsidio de natal vai voltar a ser pago em Novembro. Em 2017 apenas cinquenta por cento – o restante continua em duodécimos – e em 2018 na totalidade. Significa isso que, nos próximos dois anos terei uma diminuição do meu vencimento mensal durante onze meses. Ah e tal, argumentam entre outras coisas os defensores da medida, isso no fim do ano dá o mesmo. Pois que não sei. Hesito acerca disso. Então se assim é e no fim continua tudo igual, por que raio não aplicamos o mesmo principio à retenção na fonte do IRS?! Não descontamos nada ao longo do ano e no fim fazemos contas. Não sei é se o ministro das finanças ia achar graça a uma coisa dessas. Deve, presumo, fazer as mesmas contas que eu. Outro parvo, por assim dizer. Recebia tudo de uma vez, o palerma, que assim avultava muito mais para os cofres do Estado.

E depois há ainda aquilo do consumo, ou lá o que é que aquela malta quer estimular. Estou a ter alguma dificuldade em perceber o estimulo. É suposto ficarmos estimulados só uma vez por ano? Parece-me, manifestamente, pouco. Por mim gosto de me sentir estimulado mais amiúde. Deve ser defeito. Ou feitio, quiçá.

Compartilhar no WhatsApp