Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

O burro e os doutores

Kruzes Kanhoto, 03.04.19

um cego guiando outro cego.jpg

 

Desconheço se Cavaco Silva tem ou não razão naquilo que afirma acerca da taxa do IVA da restauração e da relação que estabelece com o financiamento, ou falta dele, do Serviço Nacional de Saúde. Mas isso sou eu, que não passo de um alarve. Já um rol imenso de portugueses, que correram para as redes sociais a contestar as palavras do homem, não têm tantas dúvidas. Pelo contrário, sabem que a criatura está redondamente enganada, que só quer é aparecer, dizer mal do melhor governo do mundo e que quando mandou nisto só fez disparates. Devem ser, certamente, especialistas em finanças e ciências correlativas. Aliás o país está cheio deles. De especialistas nessa coisa da governança. Pena é que muita dessa gentinha, que sabe o que é melhor para a vida de todos, não saiba governar a própria.

Cavaco vsTó Bosta

Kruzes Kanhoto, 05.09.17

download.jpg

Gosto do Cavaco. Tenho esse direito e, por enquanto, liberdade para o afirmar. Apreciei o seu estilo de governação e considero que os seus governos foram dos melhores que o país conheceu. Não me apetece perder tempo a enaltecer os feitos da sua governação para justificar o meu apreço pelo maior estadista que a democracia lusa conheceu. Limito-me, apenas, a usar os mesmos argumentos que os defensores da actual solução governativa usam para elogiar o trabalho da geringonça. Aumentou-me o vencimento. Para lá, claro, dos aumentos anuais. Por três vezes. Com o Novo Sistema Retributivo da autoria do então ministro Miguel Cadilhe e com duas revalorizações de carreiras. Isto, reitero, para nivelar o argumentário com o que vou ouvindo e lendo em relação ao governo das esquerdas. Afinal não é o fim dos cortes nos vencimentos e pensões que torna o Tó Bosta tão popular? Ou há na prática da camarilha esquerdista-caviar e pró-venezuelana que nos governa alguma coisa mais que, assim de repente, me esteja a escapar?!