Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Tá bem tá

Kruzes Kanhoto, 31.03.12

Um dos meus passatempos diários – em casa, não no trabalho comofaz muito boa gente – é ler a edição on-line da maioria dos jornais nacionais.Podia, reconheço, dar-me para pior. Andar a esparvoar pelo facebook, porexemplo.
Ler aquilo que se publica na imprensa é, acho eu, a melhor maneirade entender como se chegou a este estado e, também, de perceber que não hágrande coisa a fazer por isto. Veja-se, assim ao acaso, a manchete do Jornal deNoticias de hoje: “Quem não quiser trabalhar perde rendimento mínimo”, escreviaaquele periódico em letras garrafais. Fica-se, à primeira olhadela, a suspeitarque vem aí uma alteração às leis que regulamentam a atribuição do RSI e aquelamalta que vive permanentemente à custa deste esquema, financiado com osimpostos de quem trabalha, vai ter de pensar noutra forma de vida. Pois que, secalhar, não será bem assim. Em letras muitíssimo mais pequeninas pode ler-se deseguida que “Autarquias e IPSS proporão tarefas a desempenhar pelosbeneficiários”. E pronto. Ficamos logo esclarecidos, lendo apenas a capa, quetudo vai continuar na mesma, que o dinheiro continuará a seguir o mesmo fluxoque até aqui - dos nossos bolsos para o Estado e daí para os deles – e quequanto a trabalho “tá bem, tá”.
O contínuo desbaratar de recursos do país tinha de dar no que deu.O RSI foi apenas mais uma loucura entre tantas outras. A que se devem somarinúmeros actos de gestão danosa, corrupção e aproveitamento ilícito, sob todasas formas, dos bens públicos. Tudo alegadamente, como é óbvio. O pior é quetudo, como se percebe por esta e outras notícias que diariamente se publicam,continuará igual. Dá jeito que assim seja. Aos que “lá” estão hoje, aos queestiveram ontem e aos que estarão amanhã. Um pouco à semelhança do que acontececom a generalidade dos tugas, para quem a grande máxima continua a ser “deixalá aproveitar enquanto a coisa ainda dá”.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.