Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Se queres ver um pobre soberbo, dá-lhe a chave de um palheiro...

por Kruzes Kanhoto, em 18.04.18

imagesCAVV5X9W.jpg

Se queres ver um pobre soberbo dá-lhe a chave de um palheiro. Era, com a sabedoria que a caracterizava, o que a minha avó sempre repetia quando alguém sem importância nenhuma exibia a sua arrogância logo que investido em qualquer função que lhe permitisse ter ascendente sobre outras pessoas.  

Nada, entretanto, mudou. Pelo contrário. Pobres com chaves de palheiros continuam a não faltar. Cheios de soberba, como antes. Uns zés-ninguéns - ou marias, que eu não sou de discriminações - de quem todos zombam. A começar por aqueles que, circunstancialmente, lhes lambem os tomates. Ou outra coisa.  

A divulgação dos interrogatórios realizados no âmbito da operação que investiga as alegadas patifarias de que é acusado o Sócrates, revela isso mesmo. Como o próprio assume, a vaidade de ter o poder é o que os move a todos. Aos pobrezinhos. Pena é que os tenhamos de aturar e, principalmente, pagar as tropelias desta gentinha.

Compartilhar no WhatsApp