Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Rigor informativo, precisa-se.

Kruzes Kanhoto, 20.04.20

763281458301231-gitanos.jpg

Quarenta pessoas terão invadido um quartel de Bombeiros numa localidade vizinha. Isto, claro, ao que é noticiado pela comunicação social mais dada a este tipo de relatos. Que a outra, séria, credível e de referência a estas coisas habitualmente diz nada. É como se não acontecessem. Já o Trump largar um peido, isso sim, é que é noticiazinha da boa.

Mas, voltando ao quartel invadido por pessoas, acho piada à noticia. Não é que invadir um aquartelamento seja do que for constitua motivo para risota. Mas a informação quer-se rigorosa, caso contrário presta-se a interpretações dúbias e que podem desvirtuar o sentido da noticia. E dizer “pessoas” dá azo a alargadissiomo leque de especulações.

Eu, por exemplo, quando li a noticia pela primeira vez fiquei a pensar se teriam sido os comunistas. Aquilo é uma terra onde o PCP ainda ganha eleições e podiam, sei lá, ter ido ocupar o quartel para fazer uma cooperativa, ou isso. Mas, pensando melhor, calculei que não. Os comunas são todos velhos e já não têm ganas para fazer tal coisa. Vai daí e, por breves instantes, acreditei que tivessem sido os jovens. Por norma, quando há rebaldaria, costuma ser culpa dos jovens. Ná, vendo bem também não podiam ser esses. São tão poucos que havia de ser difícil juntar quarenta para consumar uma invasão. Conclui que, atendendo aos contornos da ocorrência, fosse quem fosse que invadiu à bruta o quartel dos soldados da paz, aquilo tratou-se de uma refinada patifaria. E foi aí que se fez luz. Foram os patifes! E as patifas, que eu não sou de discriminações.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.