Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Pular a cerca

Kruzes Kanhoto, 09.05.20

1.jpg

A presença de quem nada faz só prejudica quem trabalha. São os chamados empatas. Daí que a colocação de sinalética a vedar o acesso a “pessoas estranhas ao serviço”, seja mais ou menos comum. É, por norma, afixada à entrada das instalações onde se pretende condicionar a circulação a quem ali não labora. Seja em portas, portões ou outros locais que usualmente são usados para aceder ao espaço que se pretende seja reservado aos trabalhadores.

No caso da foto - vá lá saber-se porquê, mas podemos desconfiar - a opção foi diferente. O sinal foi colocado no topo de um muro, longe de qualquer abertura por onde seja possível entrar de uma maneira convencional. O que me leva a duvidar da eficácia do aviso. Quem por ali passar não ligará nenhuma à proibição. Nem, acho eu, vai prejudicar quem trabalha. Até porque escolherá uma altura em que aquilo esteja sossegado. Para não importunar.

3 comentários

Comentar post