Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Pobretanas (Pobres o tanas)

por Kruzes Kanhoto, em 25.11.19

Diz que ocorreu a um esperto qualquer elaborar um estudo onde relaciona o parque automóvel de cada um dos concelhos do país com o rendimento dos seus habitantes. Não estou, confesso a minha ignorância, a ver a relação. Nem, por consequência, justificação nenhuma para o espanto por o referido estudioso ter concluído – abismado com as suas próprias conclusões, ao que consta - que existe um inusitado número de automóveis de luxo em concelhos com rendimentos declarados ao fisco ao nível do miserável.

Não tardaram os maledicentes do costume a concluir que isto é coisa de quem foge aos impostos e, afinal, existirá por aí muita gente fiscalmente pobre mas, vai-se a ver, leva uma vida de luxo. Ainda bem que assim é. O dinheiro é de quem o ganha, não é do Estado. E se a todos compete contribuir para o bem comum na medida das suas possibilidades, já chegámos ao ponto em que essa medida foi em muito ultrapassada.

Mesmo não conhecendo os dados do tal estudo, acredito que cá pela terrinha não será muito diferente. Sei é que o número de automóveis está a aumentar quase ao mesmo ritmo que a população diminui. O que, desconfio, é capaz de ser um dado interessante para analisar. Haja quem o faça.

Veiculos.JPG

 

Compartilhar no WhatsApp

4 comentários

Comentar post