Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Patrioteiros

Kruzes Kanhoto, 27.06.10
Os patrioteiros de serviço voltaram a exibir as bandeirinhas - bandeirinhas é uma forma de expressão porque como se pode ver pelo exemplo algumas podem ser classificadas, sem grande exagero, como bandeirolas - na janela, na varanda e noutros sítios mais ou menos improváveis. 
Começaram a medo, apenas um ou outro arriscava expor a sua adoração pelo símbolo nacional, mas bastou que a rapaziada da selecção desse uma cabazada das antigas à Coreia comunista para que um número apreciável de tugas recuperasse a moda trazida para cá pelo celebre treinador que conseguiu perder, por duas vezes em dois jogos separados por poucos dias, com a Grécia. Um reconhecido colosso do futebol mundial,como todos sabemos. Isto apesar de jogar em casa e de dispor da equipa base do clube que acabara de se sagrar campeão europeu. 
Suspeito que se o acaso - ou o talento dos jogadores - fizer com que a selecção vença o próximo jogo, o número de bandeiras em exposição cresça ainda mais. Assim como o patriotismo dos portugueses e o amor por esta pátria que é a nossa. Desconfio que vai ser uma corrida às bandeiras, bandeirinhas e bandeirolas. Daquelas feitas na China. Tudo com factura e iva. Só é pena que já tenha passado a época de entregar a declaração anual de rendimentos senão, com tanto patriotismo, ainda era coisa para o défice se transformar em superavit...

4 comentários

Comentar post