Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Passarões

por Kruzes Kanhoto, em 11.08.13

Chavez andará a esvoaçar por aí – lá, pela Venezuela – em forma depássaro. É o que garante o seu herdeiro politico. O mesmo herdeiro que, para melhor se concentrar, dorme de vez em quando junto ao mausoléu do amado e defunto líder. O que, assim de repente, me suscita uma série de questões. Desde logo que Chavez apenas reencarnará em pássaro durante o dia e ao cair da noite regressará ao conforto do seu túmulo. Não será, portanto, uma ave nocturna. Embora a espécie ainda ainda não tenha sido devidamente identificada sabe-se que chilreia que se farta. O estranho da coisa é Maduro não optado por recolher o tal passaroco em figura de Chavez – ou o contrário, sei lá – numa gaiola. Sempre podia levar o conselheiro para todo o lado. Mas, vendo bem, se calhar é melhor não. Ainda alguém ia pensar que o homem não batia bem...

Apesar de também não regularem lá muito bem, deve ser este tipo de sentimento que falta aos nossos governantes. Os vivos não se vão aconselhar junto dos túmulos de quem antes nos governou e os mortos, esses, não se transformam em aves canoras. Também era difícil para quem em vida sempre foi ave de rapina.

Compartilhar no WhatsApp

3 comentários

Comentar post