Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

O "Orçaminto" da geringonça

por Kruzes Kanhoto, em 06.02.16

1424349862.jpg

 

O governo decretou guerra total à poupança. Consumir é, para o Costa e seus sequazes, a nova palavra de ordem. Assim tipo desígnio nacional. Algo que, desconfio, Jerónimo nos virá descrever, mais dia menos dia, como um acto patriótico e de esquerda.

Esta intenção está, em todo o seu esplendor, esparramada pela proposta de Orçamento para 2016. A ideia parece simples e eficaz. Estimula-se o consumo e, simultaneamente, aumentam-se os impostos sobre o mesmo. Dá-se mais rendimento às pessoas, espera-se que estas o esturrem fazendo, assim, crescer a receita fiscal. E ainda que gastem o mesmo ou um pouco menos o fisco ficará na mesma a ganhar graças ao enorme aumento de impostos que o governo promove com este Orçamento. O que, diga-se, não acho mal. É sempre preferível taxar o consumo do que o rendimento. Pelo menos o primeiro, ainda que parcialmente, é sempre mais fácil de controlar por depender da nossa vontade.

Não me importo de ser considerado de direita e pouco dado a nacionalismos agora tão do agrado da esquerda. Mas ainda que a ideia não me seja de todo desagradável, salvo qualquer acontecimento que escape à minha vontade, não entrarei nessa batalha. Estarei sempre do outro lado da barricada. O da poupança. E a minha arma será apenas uma simples folha de excel.

Compartilhar no WhatsApp

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.