Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

O nó que ninguém quer desatar

por Kruzes Kanhoto, em 01.06.18

Captura de ecrã de 2018-05-29 21-55-12.jpg

 

Assinalaram-se há poucos dias os vinte anos da Expo. A idade, mais mês menos mês, desta obra. O nó de Estremoz da A6, que devia fazer a ligação ao IP2 e variante deste à cidade. Mas não. Nunca passou dali. A sua construção implicaria passar por terrenos habitados por lesmas raras e florzinhas que não existem em mais nenhuma parte do mundo. Ou por terras onde crescem vinhas, não sei ao certo. Naturalmente que pessoas importantes e cultas não deixaram que tal atrocidade fosse cometida. Outros, não menos importantes e igualmente sábios, não se importaram que a obra ficasse inacabada e que, para além do dinheiro deitado fora, milhares de automóveis e camiões continuem a atravessar a cidade. Eles lá sabem. E muito, presumo.

Compartilhar no WhatsApp

4 comentários

Comentar post