Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

O intelectual bicha deu lugar á bicha intelectual

por Kruzes Kanhoto, em 08.07.19

O Bloco de Esquerda não se cansa de auto proclamar que, além de muito à esquerda, é muito à frente. Daí o anuncio, com a irritante pompa e a desagradável circunstância, que na composição das suas listas inclui lésbicas afrodescendentes. Coitados. Os desgraçados nem percebem que, em matéria de inovação, aquilo equivale, quando muito, para aí ao Windows XP. Disso já outros partidos fazem há nem sei quantas legislaturas. Lembro-me até - as coisas que me vêm à memória - de, aqui há uns anos, ser frequente nas listas do Partido Comunista aparecerem indivíduos cuja profissão era “intelectual”. Coisa que, na época, dava um ar importante a qualquer mandrião sem habilidade para fazer nada.

Ser lésbica, gostar de arrecadar o croquete ou fornicar com um aspirador deve hoje equivaler ao intelectual de outros tempos. Dá direito – julgam eles - a um certo estatuto. Mesmo que, tal como os intelectuais de então, nisso das habilidades para fazer seja o que for também não tenham muitas.

Compartilhar no WhatsApp

4 comentários

Comentar post