Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

O inimigo generoso. Bonzinho, até.

por Kruzes Kanhoto, em 18.07.15

O semanário Expresso dedica esta semana uma página inteira ao tema do momento cá na terrinha. Os ciganos das Quintinhas. O titulo da noticia, puxado para a primeira página, não podia ser mais infeliz. Ao contrário do sugerido os ciganos não estão em guerra com a autarquia. Pelo menos ninguém parece ter dado por isso. Nem faria, aliás, qualquer sentido que estivessem a guerrear com quem generosamente lhes fornece água e electricidade à descrição – gastam toda a que conseguirem e, presumo, deve ser muita – e os deixa ocupar, gratuita e ilegalmente, um terreno que é propriedade do Município.

O que faltou na dita reportagem, provavelmente por condicionalismos de espaço e de tempo, foi ouvir os vizinhos daquela comunidade. Aqueles que vêm os seus quintais assaltados, os animais maltratados, os bens vandalizados, as casas apedrejadas, os dejectos projectados para dentro dos seus muros, os que são vitimas de agressões e, enfim, aqueles que vivem prisioneiros dentro das suas casas sem, sequer, poder abrir uma janela. Todos eles serão, quiçá, uns racistas e xenófobos da pior espécie mas, ainda assim, as suas experiências de vida eram capazes de ter algum interesse. Mais que não fosse pela fantástica imaginação que parecem possuir e a invulgar capacidade de inventar histórias...

Compartilhar no WhatsApp

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.