Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Mudam os tempos...mas continua a mesma vontade!

Kruzes Kanhoto, 07.08.21

Agora é que vai ser. Depois de anos a prometer tomar conta das casa devolutas, para as arrendar a preços módicos, parece que o governo vai mesmo avançar com esta intenção tantas vezes anunciada. Caberá, segundo a proposta, às autarquias tratar do assunto.

Tal como caberá aos portugueses proteger os seus bens dos comunistas e outros malucos que tomaram conta do poder e, também, de toda a cambada de invejosos, mal-feitores diversos e corruptos vários que virão a estar envolvidos nesta negociata. O primeiro passo será contornar o conceito de “devoluto”. O que, acredito, não vai ser difícil.

Como sempre acontece quando se caminha para o socialismo, as primeiras medidas são sempre fofinhas. E esta, à primeira vista, também parece. Mas não é. Constituirá, isso sim, mais uma forma de discriminação. Nomeadamente dos que pagam impostos e que, para além de ter de pagar as casas que compraram sabe-se lá com que sacrifício, vão ter de pagar igualmente as daqueles que não entendem conceitos básicos como trabalhar, poupar ou investir.

Requalificar as cidades deve constituir um imperativo nacional. Daí que até eventualmente podia concordar com esta proposta se, em lugar de “devoluto”, o critério usado fosse “degradado”. Mas isso não é coisa que assista aos comunas e afins que nos governam. A roubar, roubam o que é bom. Já vimos este filme nos tempos da reforma agrária.

4 comentários

Comentar post