Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

"Meet"?! Falem como deve ser, porra!

por Kruzes Kanhoto, em 27.08.14
Escapa-me a lógica que está associada – sim, porque presumo que alguma deve ter – àquilo que chamam “meet” e que tem estado ultimamente na ordem do dia. Logo a começar pelo nome. Deve ser uma necessidade parva qualquer de usar palavras e expressões estrangeiras que afecta muita gente. Por mim prefiro chamar-lhe ajuntamento. Que, parece-me, é o mais adequado para designar uma quantidade de pessoas juntas.
Ajuntamentos destes há muitos. Gente desocupada, sem nada de útil para fazer e que se junta em locais onde incomodam os outros. Para conviver, dizem. Que, convenhamos, até constitui uma actividade prazenteira. Tal como faziam, ainda há poucos anos, muitos “jovens” da margem sul que combinavam ajuntamentos em piscinas de algumas localidades alentejanas. Faziam. Já não fazem. Foram criadas determinadas condições pelas respectivas autarquias que lhes limitou a vontade de conviver naqueles locais. De um modo inteligente, legal e extremamente simples. É só os gestores de outros espaços seguirem a ideia...
Compartilhar no WhatsApp

4 comentários

Comentar post