Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Mas o homem só tem ideias parvas?!

por Kruzes Kanhoto, em 15.05.18

De vez em quando – uma vez por outra, vá – até gostava de sentir algum respeito pelo primeiro-ministro. Afinal o homem, mesmo não tendo ganho as eleições, é o gajo que manda nesta espelunca. Mas não consigo. Por mais que tente. O fulano não se cansa de me dar motivos. Veja-se, por exemplo, que agora lhe ocorreu aumentar ainda mais o já de si elevadíssimo número de funcionários públicos. Isto em alternativa à actualização salarial daqueles que já trabalham para o Estado. Coisa que, parece-me, é uma ideia que só pode surgir a alguém que não está minimamente qualificado para exercer o cargo que ocupa.

Se a estratégia for em frente, admitindo que naquele governo são todos malucos e ninguém chama a criatura à razão, será aberto um precedente que dará argumentos para uma vastíssima panóplia de reivindicações. Por analogia o mesmo se poderá dizer das pensões, só para não ir mais longe. Seguindo esta linha de raciocínio, será preferível não actualizar o valor das reformas e, em vez disso, permitir a aposentação de muitos trabalhadores que têm um percurso contributivo bastante grande. Digo eu, que gosto de gente coerente.

Compartilhar no WhatsApp

2 comentários

Comentar post