Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Mais vale cair em graça...

Kruzes Kanhoto, 16.07.20

Diz que um tal Orban, que reina lá para Hungria por escolha dos eleitores daquele país, é uma espécie de ditador. E um perigoso populista, também. Daqueles a quem urge colocar um açaimo, mandar para o inferno ou proibir que se candidatem às eleições não vá o povo votar num fascista. Sim, porque, ao que diz a esquerda e a moralidade vigente – passe a repetição – o homem é facho. Parece até que resolveu instituir por aquelas bandas uma comissão qualquer para monitorizar sites, jornais e meios de comunicação correlativos que publiquem cenas com conteúdos que escapem às orientações morais do partido no poder, o patife. Coisa que, recorde-se, muito desagradou às instituições europeias que, por causa disso, até querem impor umas sanções à Hungria.

Diz que um tal Costa, que reina cá pelo rectângulo por escolha dos eleitores deste país, é um excelente primeiro-ministro. Melhor mesmo só o Vasco Gonçalves. Homem de dialogo e democrata convicto, como o companheiro Vasco, também. Parece até que pretende instituir por estas bandas um comité – chefiado, se calhar, por uma Rita Rato qualquer desta vida - para monitorizar sites, jornais e meios de comunicação correlativos que publiquem cenas com conteúdos que escapem às orientações morais dos partidos no poder. Coisa que, recorde-se, muito agrada às instituições europeias. Ou não lhe chamasse ele discurso de ódio, o esperto.

4 comentários

Comentar post