Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Loucos!

Kruzes Kanhoto, 28.03.11
Os portugueses devem estar loucos. Só pode. Ou então ainda não perceberam o que lhes está a acontecer. O que não altera em nada a conclusão anterior, embora possa também configurar um estado de inconsciência ou de negação da realidade. Apenas algo do género pode explicar que o parque de estacionamento de uma zona comercial, que para além de calçado apenas vende roupa, possa estar praticamente lotado. 
Verdade que se tratam de bens essenciais. Com a diferença em relação, por exemplo, aos bens alimentares que têm um larguíssimo período de duração e, portanto, não sejam coisas que se comprem com com a mesma frequência. Exceptuando, claro, aquelas pessoas que têm o vicio de comprar trapos apenas para espairecer. Mas aí estamos perante alguém profundamente demente e visivelmente transtornado das ideias. 
São imagens como esta – e também as bichas nas caixas registadoras dos diversos estabelecimentos – que me mantêm na dúvida e fazem hesitar entre três opções: 
A - O país está em crise mas os portugueses continuam a viver bem e a ter dinheiro ou crédito disponível; 
B - Estamos a sofrer de uma espécie de alucinação colectiva, achamos que o fim do mundo está a chegar e o melhor é aproveitar. Está tudo doido, portanto;
C - Não existe crise nenhuma e tudo não passa de uma tramóia dos políticos para, como sempre, nos lixarem.

1 comentário

Comentar post