Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Já reivindicavam qualquer coisa que valesse a pena...

Kruzes Kanhoto, 01.05.21

Gosto do 1º de Maio, nomeadamente por ser feriado. Tenho, também, um enorme apreço por quem se dá ao incómodo de, neste ou noutros dias, ir para a rua reivindicar mais direitos, um salário maior, menos horas de trabalho e mais umas quantas coisas que agora não me ocorrem mas, de certeza, serão muito importantes para quem trabalha. Já por aqueles que, ano após ano, repetem neste dia os mesmos lugares comuns não nutro grande simpatia. O que me aborrece profundamente é nem uns nem outros se lembrarem dos impostos. Principalmente os que nos comem parte significativa do vencimento. Até parece que essa malta não sabe fazer contas. Ou, então, não percebe que pouco importa ter um salário maior se aquilo que verdadeiramente importa é o dinheiro que cada um leva para casa. Bem podiam, por isso, mudar o discurso. Repetem há quase cinquenta anos as mesmas tretas. Está na altura de começar a reivindicar o que é importante. Ou será que esta gente anda toda a fugir ao fisco e recebe o ordenado por baixo da mesa?

4 comentários

Comentar post