Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Homofobia cigana. Da valorizável, portanto...

por Kruzes Kanhoto, em 16.07.18

Tirando uma ou outra nota de rodapé, a bárbara agressão a uma parelha de homossexuais por uma família de ciganos quase não constitui noticia. Por mais que o queiram silenciar, tratou-se de um crime de ódio, um acto discriminatório e um ataque à liberdade de orientação sexual. É o tipo de acção que, quando praticada por “brancos”, suscita indignações de toda a ordem e apelos à mão pesada da justiça enquanto, de imediato, surgem clamores de que o “país não pode tolerar” este tipo de comportamentos.

Desta vez, nada. Nadinha. Népia. Nenhuma “plataforma”, associação, ministro, deputado, partido de esquerda ou, pasme-se, o presidente da república, apareceram a condenar a agressão. Será que estão com medo de serem acusados de ciganofobia? Ou isto só faz mal se os agredidos forem estrangeiros? Ou negros? Ou apenas constitui motivo de preocupação se os agressores não pertenceram a nenhuma minoria? Pois. Estou a ver. Vai ser uma chatice desatar este nó cerebral...

Também aqui nos blogs do Sapo, ao contrário de quando foi aquilo da colombiana espancada no Porto, impera o silêncio. Nada que me espante. Nem eu esperava outra coisa. Vá lá saber-se porquê...

Compartilhar no WhatsApp

7 comentários

Comentar post