Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Não é a Miss. É o júri.

por Kruzes Kanhoto, em 12.01.17

hel.jpg

 

Vivemos num mundo em mudança. Mais do que imaginamos. Para mim uma mulher nórdica era alta, loura e muito branca. Algumas delas bonitas, também. Mas isso era dantes. Fará apenas parte do nosso imaginário colectivo, quando muito. Agora tudo é diferente. Deve ser aquilo do multiculturalismo. É que, na Finlândia, a senhora mais escura da foto foi eleita “Miss Helsínquia”. O que não teria nada de mais se, por exemplo, tivesse sido a única candidata. Mas não. Havia mais. Só que, lá está aquela coisa do multiculturalismo e do politicamente correcto, as outras eram todas brancas. E por acaso, independentemente da cor da pele, mais bonitas. A explicação para tão estranha eleição pode, admito, não ser a que eu estou a pensar. Dado que a fonte informativa não esclarece quanto à composição do júri, pode dar-se o caso de serem todos invisuais ou pouco entendidos em matéria de beleza feminina. Mas, face ao resultado, inclino-me mais para que sejam, na maioria, apenas extremamente parvos.

Compartilhar no WhatsApp

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.