Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Esta proposta eleitoral do PCP parece-me um caso de estimulação precoce...

Kruzes Kanhoto, 25.10.15

Não sei se os entusiastas da maioria de esquerda leram com atenção – ou apenas na diagonal, vá – o programa eleitoral dos comunistas. Propõem-se os camaradas, entre outras coisinhas boas, estimular a poupança dos portugueses. Ora de estímulos quase todos gostamos e, ainda que o estimulo envolva apenas a area da poupança, não há quem não goste de se sentir estimulado.

O pior é que a vontade comunista de dar estímulos ao pagode acaba mais ou menos a meio da página 37 do dito programa comunóide. Também ela, a página, perto do meio do citado conjunto de intenções do PCP. Aí se prevê a criação de um imposto, com uma taxa de 0,5%, que incidirá sobre quem possua património mobiliário superior a cem mil euros. Ou seja, estimular sim, mas só até certo ponto. Pode igualmente dizer-se que o estimulo se vai demasiado depressa...

3 comentários

Comentar post