Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

E o povo, esse ingrato, não se juntou às celebrações...

por Kruzes Kanhoto, em 10.08.18

porco_400x400.jpg

 

Aquele camarada gordo com uma barbela digna de um porco capaz de faca e uma barriga proeminente característica de quem anda há muitos anos na política, que no politburo que nos governa tem a tarefa de falar de incêndios, foi ao Algarve celebrar não sei o quê. E não só. Foi, também, ameaçar. Parece que quem ousar discordar da maneira como a tragédia agora celebrada foi tratada, pode ser considerado criminoso. Nada de mais. Afinal é só mais um dia no escritório. Ameaçar quem deles discorda ou coloca em causa as suas convicções é o que esta gente melhor sabe fazer. Tirando, claro, tratar dos incêndios. Ainda que a única experiência que tenham com o lume seja acender a lareira no inverno e o barbecue no verão.

Compartilhar no WhatsApp