Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Diz o roto ao nu...

Kruzes Kanhoto, 28.09.20

Parece que estarão para breve umas normas quaisquer acerca de tatuagens e indumentárias que os policias portugueses poderão ostentar. Ao que leio, tatuagens de cariz partidário ou racista não serão permitidas. Coisa que está a indignar os agentes da autoridade. Não vejo, sinceramente, motivo para tanto. Nem, sequer, acredito que entre os policias haja gente capaz de desenhar uma foice e um martelo nas costas ou um Che-Guevara no braço. Era demasiado mau-gosto e refinada parvoíce.

O mesmo com a vestimenta. Não podem, parece, entrar e sair das esquadras de t-shirt, calções e chanatos. Que policia é uma profissão digna e as esquadras locais de respeito. Nada que se compare, por exemplo, à Assembleia da República, por onde qualquer marmanjo circula de saia. Daí, reitero, não vislumbrar motivo bastante para suscitar grandes preocupações aos agentes da autoridade. Nada os impedirá de entrar, ou evacuar a área, de saia rodada ou vestidinho de chita. Impedi-los seria discriminação ou, sei lá, coisa pior. Assim tipo, machismo, ou isso.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.