Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Dia do engraxador

Kruzes Kanhoto, 26.04.09
Hoje, segundo alguns estudiosos destas coisas de “dias comemorativos”, ter-se-á assinalado o dia do engraxador. Não teve destaque na comunicação social nem consta que a data tenha merecido especiais comemorações. Uma injustiça, acho eu que tenho pelo trabalho destes profissionais – e de outros, também – o maior respeito. É, todos o sabemos, uma actividade difícil e que, apesar de muito praticada, não está ainda suficientemente valorizada perante grande parte da população que olha os engraxadores com algum desdém.
É, no entanto, justo que o engraxador tenha o seu dia próprio. Sabe-se que dar graxa nem sempre se revela uma tarefa fácil e que, por vezes, é difícil agradar ao engraxado. Uma mancha aqui, falta de brilho ali ou uma borradela acolá, são deslizes quase sempre fatais para o engraxador e que provocam, mesmo que de uma forma velada, a ira do cliente quase sempre desdenhoso de quem lhe puxa o lustro ao calçado.
Curiosamente as novas tecnologias não contribuíram aí além para melhorar esta actividade. Contudo alguns engraxadores desenvolvem, ainda assim, esforços assinaláveis no sentido de aplicar estes novos meios aos seus intentos, visando aperfeiçoar a técnica e promover de forma eficaz a resplandecência daqueles a quem servem. O pior é que embora possam ganhar eficácia perdem em discrição, pela exposição a que ficam sujeitos uns e outros. Mas, provavelmente, isso pouco lhes importa.

2 comentários

Comentar post