Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Deve ser isto a politica de esquerda

Kruzes Kanhoto, 21.12.19

Ainda sou do tempo em que os aumentos dos vencimentos dos funcionários públicos e das pensões era calculado em função do número de cafés, carcaças, copos de aguardente ou o que fosse que pagavam por dia. Não havia cão nem gato que não se dedicasse a esse exercício estatístico, chamemos-lhe assim.

Hoje ninguém perde tempo com essas ninharias. O que é uma pena. Até porque as contas são muito mais fáceis de fazer. O crescimento dos salários e reformas dará para consumir sensivelmente a mesma quantidade de cafés, carcaças e afins. Só que agora já não é por dia. É por mês.

Coisa que, presumo, incomodará muito pouca gente. Ou nenhuma. Nomeadamente sindicalistas e apoiantes da geringonça. Como aqueles dirigentes sindicais que, pouco antes das últimas eleições legislativas, estiveram no meu local de trabalho a instigar ao voto “nos partidos de esquerda”. Porque, argumentavam, “não podemos voltar para trás” nem “perder o que já conseguimos”. Pois. Só se fôr em matéria de vida saudável. Diz que cafés, carcaças e aguardente são do piorio para a saúde. Por falar em saúde...

1 comentário

Comentar post