Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Democratas auto-proclamados

Kruzes Kanhoto, 20.01.19

A cantiga é uma arma, contra a burguesia”, cantava-se nos idos do PREC quando o alvo a abater eram os “burgueses”, os capitalistas e outros demónios. Isso e outros amanhãs que prometiam um futuro glorioso ao nível do presente da Coreia do Norte, Cuba ou Venezuela. Hoje já não há cantigas dessas. Ou se há ninguém quer saber. Há redes sociais. Onde não é preciso saber cantar para passar a mensagem contra as “burguesias” de agora. Mas isso, diz, é perigoso. Mau para a democracia, promove os populismos e coiso. Uma chatice as pessoas terem acesso a todo o tipo de informação, contra-informação e desinformação. Era tudo muito melhor quando eram apenas alguns a informar, contra-informar e desinformar. Costumava chamar-se ditadura aos regimes onde as coisas funcionavam assim. Estranho que haja por aí tantos “democratas” auto-proclamados com saudade desses tempos...

2 comentários

Comentar post