Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Deixem os putos em paz!

por Kruzes Kanhoto, em 16.02.18

Diz que lá para o norte existe uma escola onde todos os alunos são de etnia cigana. Nada que, tanto quanto se sabe, cause inquietação à comunidade local. Cigana ou não. Ora a ausência de chatices é coisa que não agrada a toda a gente. Há quem precise delas para se fazer notar. Ou para lhe ser dada a importância que não tem.

Tanto assim é que uns quantos iluminados já andam por aí a reclamar pela ausência de misturas. Não lhes importa que a dita escola se situe paredes meias com o local de residência dos alunos e que, por isso, seja natural que a frequentem. Estão-se nas tintas para a vontade dos pais. Das duas uma. Ou os ciganitos vão para escolas mais longe ou os pirralhos de mais longe vão para a aquela escola. Parece, digo eu, um bocado parvo. Mas, para as criaturas que estão a suscitar a questão, vale tudo para fazerem vingar as suas teorias da treta. Até prejudicar as crianças.

Também não deixa de ser assaz estranho que, em relação a este caso, se mencione a etnia dos alunos. Ainda um destes dias, acerca de um outro caso igualmente mediático, levei o dia a ouvir falar de indivíduos. Era bom que a merda de comunicação social que temos fosse coerente uma vez por outra. Ou são sempre ciganos ou são sempre indivíduos. Decidam-se, porra!

Compartilhar no WhatsApp

6 comentários

Comentar post