Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Custe o que custar...

Kruzes Kanhoto, 21.03.12

Diz que a execução orçamental, nomeadamente do lado da receita,não está a correr lá muito bem. Nada que constitua motivo para admiração.Excepto, talvez, para uns quantos brilhantes académicos com vasto conhecimentoteórico acerca de matérias orçamentais mas profundos desconhecedores de comofuncionam as coisas no mundo real. Uns rapazolas, ansiosos por colocar emprática os ensinamentos adquiridos nos bancos da faculdade que chegaram aoscorredores do poder vindos directamente da jota. Seja ela laranja, agora, ourosa antes. Gente que, como dizia o outro, sabe lá o que é a vida. Por mais quenos gabinetes, nos jornais ou nas televisões, se esforce por aparentar ocontrário.
Interessa, porém, não esquecer que os resultados divulgados estãoser comparados com o período homólogo de 2011. Que foi, como toda a gentecertamente se recordará, marcado por uma execução orçamental espectacular. Istona opinião dos que faziam campanhas negras porque, na realidade, foi para lá desublime. Tanto que deu naquilo que se sabe. E que se sente, também.
Obviamente que a coisa ainda vai ficar pior. Muito pior. Nem vaiser preciso chegar ao final do ano para perceber isso. Quando forem divulgadosos resultados de Julho perceber-se-á o tamanho da tragédia em que nos metemos. Edepois vai ter de acontecer um milagre. Assim tipo tirar mais um mês deordenado a uns quantos, lançar uma sobretaxa qualquer, inventar mais um impostoou, talvez, tudo em simultâneo. Por mim legalizava já a prostituição e a droga.Sujeitas, naturalmente, a IVA à taxa máxima e os rendimentos obtidos tributadosem IRS. Pelo sim pelo não. Mas isso sou eu que tenho pouco cabelo.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.