Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Cuidado com o que desejam...

por Kruzes Kanhoto, em 02.02.20

Trabalho há vinte cinco anos e ganho mesmo de quem entrou ontem...” queixava-se uma manifestante, funcionária pública, a propósito dos motivos que a levaram a fazer greve e a participar na manifestação do sector. Bom, isto assim fica difícil de entender. Ainda não passaram meia dúzia de meses esteve no meu local de trabalho um sindicalista a incentivar-me a votar “nos partidos que constituem a actual solução de governo” que, dizia, era “essencial para isto não voltar para trás” e agora já estão zangados com a “solução” que quiseram manter? Anda, por outro lado, toda a gente a queixar-se da miséria que constitui a remuneração mínima nacional, das desigualdades salariais e dessas cenas assim mas, quando estamos a caminhar aceleradamente para ganharmos todos o mesmo e sermos todos iguais na pobreza, já não gostam? Oh pá, decidam-se!

Compartilhar no WhatsApp

2 comentários

Comentar post