Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Crise, dizem eles

Kruzes Kanhoto, 26.08.10
Muitas têm sido as vozes a fazer-se ouvir alertando para a crise que afectará de forma preocupante a região norte do país e, em particular, o chamado grande Porto. Há mesmo quem dramatize e garanta que podemos estar à beira de assistir a uma revolta popular das gentes do norte. Que, continuam, quase de certeza acontecerá se, segundo alegam, a região continuar a ser preterida em termos de investimento público em relação a Lisboa, o desemprego continuar a subir e não houver politicas que o combatam ou se o governo levar avante a sua intenção de cobrar portagens em algumas vias onde agora se circula à custa do contribuinte. Uma verdadeira catástrofe social que, profetizam, poderá ter consequências tenebrosas. 
Deve ser por isso – e provavelmente, também, por outras coisas – que os voos charteres com partida do Porto tiveram no mês que passou, comparativamente a idêntico período do ano anterior, um aumento bastante significativo de passageiros. O crescimento cifrou-se em dezoito por cento o que representa, em termos absolutos, mais três mil e setecentos viajantes. Palma de Maiorca, Tenerife, Fuerteventura, Ibiza, Lanzarote, Las Palmas, Menorca, Antalya, Punta Cana, Cancun, Tunísia e Cabo Verde foram os destinos de quase todos eles. 
Com o desemprego em alta e a região mergulhada em profunda crise não surpreende que assim seja. Historicamente é nestas épocas conturbadas que se verificam fenómenos de emigração em massa. E se os portugueses, sejam do norte ou do sul, não encontram na sua terra as condições de vida que julgam merecer é natural que as procurem noutro lugar. Digo eu que gosto muito de dizer coisas.

1 comentário

Comentar post