Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Apanhados do clima

por Kruzes Kanhoto, em 16.03.19

Uns quantos gaiatos resolveram fazer gazeta às aulas por, alegadamente, estarem muito preocupados com as alterações climáticas. Compreendo-os. Também me dava jeito uma alteração do clima. Que chovesse, nomeadamente. Que isto o quintal está todo seco e as culturas em risco de murchar. Mas, sim, fazem bem em abraçar esta causa. E outras, que as causas são cenas bué carentes que gostam de ser abraçadas. Eu próprio, nos meus tempos de estudante, abracei também umas quantas.

Para além da comunicação social, que se babou com o tema, a iniciativa mereceu uma estranha simpatia da intelectualidade em geral e da classe política em particular. Vá lá saber-se porquê. É que, daquele espalhafato todo, não saiu uma proposta concreta para melhorar o estado das coisas contra as quais se manifestaram. Não se me consta que tenham exigido que os papás deixassem de os transportar até à porta das respectivas escolas. Não me recordo de ter ouvido a reivindicação do direito a usar a roupa que deixou de servir ao irmão ou primo mais velho. Nem, tão-pouco, propostas para boicotar os restaurantes de fast-food que, desconfio, devem poluir como o caraças. Ou, numa de grande malucos, tentarem convencer os progenitores a mudarem-se com a família para o campo, onde a vida é muito mais saudável e de acordo com os padrões de sustentabilidade que garantem ser necessários praticar.

Mas isto sou só eu a dizer. Um gajo que para além de andar a pé, fazer de tudo para reduzir a factura energética e não comer “comida de plástico”, se está nas tintas para essas macacadas das alterações climáticas.

Compartilhar no WhatsApp

8 comentários

Comentar post