Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

À esquerda tudo se permite...

Kruzes Kanhoto, 19.02.21

O André Ventura – um Mamadou Ba de sinal contrário – é frequentemente contestado por defender penas mais pesadas para determinado tipo de crimes. É até, embora o homem não se canse de desmentir, acusado de defender a reimplantação da pena de morte. O que para a maioria das alminhas – eu incluindo – constituiria uma espécie de retorno à barbárie.

Lamentavelmente esta indignação transforma-se em tolerância quando são outros a defender a pena de morte. É aquela cena da indignaçãozinha selectiva que tanto me aborrece e me faz desprezar profundamente quem a pratica. Um destes dias, a propósito da morte de um dos militares portugueses mais condecorados, um conhecido militante do Bloco de Esquerda que anda sempre pelas televisões, quando confrontado com os fuzilamentos de ex-soldados africanos que combateram por Portugal na guerra das colónias, saiu-se com esta tirada: “Acho mal os fuzilamentos se não tiveram um julgamento justo”. Permito-me, assim, concluir que para a criatura, desde que na sequência de um julgamento justo, não haverá problema nenhum em ser aplicada a pena de morte. Aguardo, desde então, que o país se indigne e as redes sociais se incendeiem…

4 comentários

Comentar post