Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

A culpa não é de quem não paga. É de quem não compra...Ou a teoria socialista para o crescimento.

por Kruzes Kanhoto, em 23.06.13
Osecretário geral do partido socialista garantiu aos autarcassocialistas que, logo que chegue ao poder, tratará de revogar a leidos compromissos. Presumo que a audiência tenha exultado. Para osportugueses essa é, ainda que a maioria nem saiba do que se trata,uma péssima noticia.
Alei em causa pretende, no essencial, limitar os gastos dasadministrações públicas obrigando-as a só comprar quando têmdinheiro para pagar nos noventa dias seguintes. A ideia é que ospagamentos em atraso não cresçam e que o Estado passe a cumprir osseus compromissos dentro de um prazo aceitável. E, em determinadascircunstâncias, mesmo os três meses previstos ainda parecemconstituir um espaço de tempo demasiado dilatado.
Oranada disto interessa a quem sempre se habitou a governar gastando oque tem e o que não tem, a comprar hoje e a pagar quando calhar e,em suma, a esturrar dinheiro como se não houvesse amanhã. O que,qualquer parvo sabe, terá sempre como consequência num futuro maisou menos próximo a destruição de emprego e da economia.
Tambémfoi assim que nos habituamos a ser governados. Daí que nospreparemos para trazer de volta ao governo a bandalheira socialista.É disso que gostamos e é apenas assim que sabemos viver. Um dia,quando tivermos mesmo a sério de pagar a conta, alguém o fará emnosso lugar. Achamos nós. 
Compartilhar no WhatsApp

5 comentários

Comentar post