Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Agência Europeia do Medicamento. Ou da Mezinha, vá...

por Kruzes Kanhoto, em 15.06.17

home-remedies-in-hindi-dohe.gif

 

Vai para aí uma grande polémica por causa daquilo da sede da Agência Europeia do Medicamento. Todos a querem. Até eu. Aqui, na minha terra, é que ela ficava bem instalada. Nem sei por que raio os autarcas cá do sitio não apresentam também a candidatura da cidade. Era um bom destino a dar a alguns prédios que estão ao abandono. Por exemplo a antiga casa da câmara. Sempre era melhor do que um centro interpretativo não sei do quê que uns quantos alarves lá querem instalar. Outro seria o palacete do Bernardo – ou lá como se chama o tipo – que estará, alegadamente, à espera de fundos públicos para ser recuperado. Ao menos, assim, já que o público gasta ali o dinheiro, sempre servia para alguma coisa e não ficávamos privados do guito. São pequenos para albergar tantos funcionários?! Ora essa, aproveitam-se os entre-forros. Mas se ainda assim não chegar, temos uma zona industrial a estrear que deve dar para construir uma coisa jeitosa.

Podemos, ao contrário dos outros candidatos, não ter universidades, hospitais, laboratórios, empresas especializadas na matéria e outras ninharias. Mas temos velhos com fartura e, como é natural, são eles quem mais necessita de medicamentos. E temos vinho. Muito e bom. Que, sustentam alguns especialistas no assunto, faz muito bem à saúde e, com a tal agência cá, até podia ser elevado à categoria de medicamento.

No entanto, se a decisão de sediar aquilo em Lisboa já estiver tomada, não nos devemos deixar abater pelo centralismo lisboeta. Há que inovar. Criemos nós a Agência Europeia da Mezinha. Com sede cá, obviamente. Fica a ideia.

Compartilhar no WhatsApp