Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sim, os cães são uma praga!

por Kruzes Kanhoto, em 30.04.17

cao1(1).jpg

 

cao0000.jpg

 

Há trinta ou quarenta anos eram raríssimos os cães que viviam em ambiente urbano. Ainda que sem grande rigor cientifico diria que mais de noventa por cento dos canídeos seriam de caça e de guarda. Sendo que, os últimos, apenas podiam ser alojados em áreas rurais. Nas zonas urbanas eram considerados animais de companhia ou de luxo e o seu número era meramente residual.

Hoje tudo é diferente. Neste caso para pior. Muito pior. Ter um cão passou a ser moda. Tanto que se tornou uma praga. Constitui já um problema de saúde pública. E se não é tratado com o sensacionalismo do sarampo, da “baleia azul”, das claques do futebol ou de outra parvoíce qualquer é apenas por não ser politicamente correcto falar do assunto. A menos, claro, quando alguém é atacado por um bicho desses. Mas, mesmo nesses casos, ainda aparecem uns anormais a atirar a responsabilidade pela ocorrência para cima da vitima. Num programa televisivo que abordou o tema houve um parvalhão que o fez.

Daí que, sem surpresa de maior, os negócios em torno desta mania colectiva sejam cada vez mais. Agora até estas coisas, que nem sei ao certo como se chamam. Muito úteis, dirão os patetas dos tutores – donos era dantes – quando o animal for acometido de uma súbita fomeca ou de outra necessidade qualquer. Muito me engano ou um dia destes serão também os canitos a fazerem birra junto destas traquitanas…

 

 

Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32



7 comentários

De O ultimo fecha a porta a 30.04.2017 às 12:56

Não percebi se estás a ser ironico ou a falar a sério. Porém, choca-me haver comida para animais "outlet". Nem sabia que havia "outlet" para perecíveis. A ASAE deveria investigar ...

De Kruzes Kanhoto a 30.04.2017 às 14:26

Considero que, nas cidades, o número de cães por habitante já passou há muito tempo tudo o que é razoável. Há merda por todo o lado, as crianças já não podem brincar nos espaços relvados e quando se entra em alguns blocos de apartamentos parece que se está a entrar num canil. E quando se entra em casa de alguém que tem cães?! Acredito que quem lá more já nem note, mas para quem não está habituado o pivete a cão é repugnante. Por sim, reitero, os cães são uma praga, o seu número está a colocar em causa a saúde pública e quem os tem - em locais onde não é normal que tenham - devia ser penalizado por isso.

De O ultimo fecha a porta a 30.04.2017 às 18:06

Acho que o problema está na negligência dos donos e não nos cães que não fazem mal nenhum. São um excelente amigo e companhia.

De Kruzes Kanhoto a 30.04.2017 às 20:14

Totalmente de acordo. Enquanto vivi no campo sempre tive cães e gatos. Na cidade, para além de não os querer dentro de casa, acho que não tenho o direito de obrigar os outros a conviver com animais.

De Fatyly a 01.05.2017 às 18:48

Concordo contigo e por aqui é ver gente que nunca teve cães andarem agora com um ou mais.

Para mim o ter um animal é para assumir como mais um elemento familiar, mas para além disso, ter espaço em casa, e ou quintal. Fui criada com cães, por mais que o meu pai ralhasse havia dois que dormiam debaixo da minha cama hehehehe:) e nem ele nem ninguém os conseguiam pôr no quintal

Em Portugal nunca tive cães por morar num apartamento e segundo me disseram a lei agora permite ter quatro cães. A sério?

Quero é saber como é que acabam com a criação de cães e sobretudo com as famosas lutas que cada vez mais vão tendo mais adeptos e assistência.

Gosto de cães e gatos e sempre os tratei, trato e tratarei como ANIMAIS e imponho o respeito e olha que os dois da minha filha são super educados e limpos e aí deles que façam asneiras no quintal:)

Termino com uma frase que sempre disse: até para ser cão é preciso sorte.

Beijocas

De Kruzes Kanhoto a 02.05.2017 às 19:11

A acentuada perda de valores a que assistimos nos últimos anos deu nisto. Dou por mim a pensar no que diriam os nossos avós se, por artes mágicas, cá voltassem e vissem no que a sociedade se transformou...

De pito a 03.05.2017 às 13:27

Por qualquer razão (boa, presumo) criou-se a ideia de 'Primavera de Praga'.
Pelo que foi visto, não há praga que sempre dure...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D