Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



OZico, um cão que ficou famoso aqui à atrasado por ter morto umacriança, já não vai ser abatido. Assim o decidiu um tribunal comtempo e competência para decidir coisas importantes. Nomeadamenterelacionadas com canideos. A fera foi entregue a uma associação deamiguinhos dos animais que agora irá tratar do seu futuro. Uma vidanova, portanto. E para isso nada melhor do que mudar o nome do bicho.Vai, diz uma gaja que manda na associação, passar a ser chamado deMandela. Não que o cão seja preto mas porque é, segundo acriatura, tal como o verdadeiro, um símbolo da liberdade. Receberáainda cuidados médicos especializados porque, acrescenta, pode terficado traumatizado pelo longo cativeiro.
Achoenternecedor o que o pessoal das associações de defesa da bicharada faz para melhorar a vida dos animais. Nada me podia interessar menosdo que o destino que vão dar à porra do cão. O que me irrita éque tribunais percam tempo e gastem o nosso dinheiro com palermicesdestas. É que, desconfio, deve haver gente à espera de ver decididosproblemas realmente importantes há mais de sete meses.
Quantoao novo nome do cão e aos argumentos utilizados, são dignos de umabesta. Das verdadeiras.
Compartilhar no WhatsApp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12



17 comentários

De Henrique ANTUNES FERREIRA a 01.08.2013 às 00:31

KruzesKanhotamigo

Venho aqui criticar o crianço que se deixou eliminar pelo Novimandela depois de o ter provocado ignobilmente. Um cão não é de pau - a propósito um homem feito de pau é muito diferente de um homem de pau feito - e o beibi não o devia ter feito. Donde, foi muito bem feito.

No final de contas, o canis (o latinório fica sempre bem) foi ajuizado por um meritíssimo que, 'tralmente o mandou soltar - e sem pulseira electrónica.

Alguns mal intencionados viram na mudança de nome do animal uma tentativa de branqueamento... Outros, de pretoamento... Pergunta-se: de quê? De ter matado um elefante, ops, infante?

Mas há a certeza de que ele era mesmo infante? Testemunhas idóneas declararam que lhes parecia mais cavalante (um infante a cavalo), mas que o tinham ouvido dizer que a palavra dele era irrevogável!

Daí a terem saído à estacada dúvidas (diga-se que desrazoadas). Seri a condição revogável? E se sim, daqui a pouco não passaria a irre-vogável? Linguístas e politólogos estão reunidos à hora de fecho desta edição.

Mas, juro a pés juntos e irrevogavelmente que o tema em causa será acompanhado da nossa postagem Édegritos 24H e logo que tenhamos informações novas - seguirão que nem umfoguetão espacial e especial.

Novimandela prestará então declarações que esperamos registar e que, segundo fontes e repuxos, porá em pratos limpos todo o deslumbr..., perdão, desgastante assunto.

Abç

Henrique - e que tal um pulinho à minha Travessa?

*******
Esta postagem teve apoio à produção de: "Hássidosulfux, alimentos para criancinhas desmamadas".

Fábrica de sabonetes para cães gentis "No Lavar é que está o ganho"

Liga dos Amigos dos Canídeos Desvalidos, S.A.

Agência Funerária (especializada em crianços) Enterra Todo, digo, Tudo é

Editora do Manual de Berros por Manuel de Barros


Ite, missa est

Abç

Henrique
_________

PS (sou, mas aqui é só Post Scriptum) - Dão-se alvissaras a quem fornecer criancinhas, de preferência tenrinhas, em segunda mão. Entregar no novo domicílio do Novimandela.

Porra! Este comentário é maior do que a notícia!!!

De Marafadagem a 01.08.2013 às 00:33

Caro Kruzes, vou fazer-lhe uma critica, você tinha um blog muito engraçado, agora este....... será isso mau gosto? desculpe lá.

De Henrique ANTUNES FERREIRA a 01.08.2013 às 00:34

ADITAMENTO

Este http://kruzeskanhoto.blogspot.pt/ é bué da fixe. Logo existo e entra na LISTA DOS BLOGUEIROS domiciliada na http://aminhatravessadoferreira.blogspot.pt

De Kruzes Kanhoto a 01.08.2013 às 08:11

Henrique ANTUNES FERREIRA

Boa análise da coisa!

De Kruzes Kanhoto a 01.08.2013 às 08:12

Marafadagem

"Blog muito engraçado"?! Ora...bondade sua. Isto sempre foi mau.

De fatima a 01.08.2013 às 09:57

Kruzes, a gente lê estas coisas e não acredita! E quanto mais lê, mais a certeza fica de que a insanidade tomou conta so ser humano. Já agora, porque não condecorar o bicho?

De Kruzes Kanhoto a 01.08.2013 às 13:04

fatima


Não lhe dê ideias, olhe que essa malta da amizade com a bicharada é capaz disso e muito mais!

De Ninna Lollitta a 01.08.2013 às 16:45

Olá a todos! Espero que todos por aqui estejam abertos a opiniões diferentes das suas, pois vou expressar uma um pouco diferente da opinião aqui vigente (como já vem sendo meu hábito, um pouco por todo o lado). Confesso que fico satisfeita com esta notícia, não sabia que os tribunais tinham decidido pela não execussão do animal. Não concordo com a pena de morte em pessoas, não haveria de concordar no caso dos animais que são bem mais inocentes e inconscientes daquilo que fazem do que os seres humanos. Acho que as pessoas têm de deixar a postura algo infantil de atribuir características humanas aos animais (mas só as que lhes convém, porque na hora de assumirem que sofrem e que têm sentimentos, vai lá vai...). A consciência é diferente, logo a responsabilidade é diferente, logo a imputabilidade deve ser diferente. Creio que estamos a avançar no terreno dos direitos dos animais e isso só nos fica bem, enquanto Humanidade. Quanto a colocarem o nome Mandela ao animal, bem, acho de mau gosto. Seja como for, acabou a ser intermediário de algo bastante nefasto, do qual não foi responsável directo, mas foi veículo inconsciente. Mas tendo a olhar com alguma condescendência para os excessos dos defensores dos direitos dos animais, uma vez que remam contra a maré. Também foram extremistas as sufragistas entre outros a quem devemos hoje um mundo um pouco mais justo, apesar dos pesares. Desejo sinceras felicidades a todos, parabéns pelo blog! :)

De Kruzes Kanhoto a 01.08.2013 às 19:04

Ninna Lollitta

Gosto de animais e enquanto vivi no campo sempre tive cães e gatos. O que detesto são os alegados defensores doa animais e a maneira amaricada como muitos donos tratam os seus bichos não deixando que eles sejam aquilo que realmente são: bichos.

No ordenamento jurídico português os animais são considerados coisas, daí que me surpreenda o "ruído" que é feito em torno deste caso. E de outros, também, que envolvem animais como por exemplo o touro "Marreta".




De RAlves a 01.08.2013 às 20:22

A forma de escrever do autor deste blog demonsta a pessoa que é. Nem merece mais comentários.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D