Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

O OIB (Optimismo Interno Bruto) deve estar a crescer perto dos 100% ao dia...

por Kruzes Kanhoto, em 26.05.17

Na sequência dos meus escritos e de um outro dichote acerca da geringonça, questionam-me, mais vezes do que aquelas que me apetece responder, quanto ao porquê da minha implicância com o governo das esquerdas. Logo eu, acrescentam, que me incluo entre os mais penalizados pelo malvado Coelho. Isto enquanto me recordam que tudo o que é indicador está agora muito melhor.

A parte das melhorias não as discuto. Devem ter razão. Não é que as sinta, mas acredito que existam. Vão ver é como dizia o lider parlamentar do PSD, Luís Montenegro, em 2014: “O país está melhor os portugueses é que ainda não”. Ou, pelo menos, alguns portugueses entre os quais me incluo, ainda não melhoraram nada. Para outros, reconheço, estará melhor. Os reformados, por exemplo. Ou para quem ganha o salário mínimo. Ou para os vencimentos mais altos da função pública. Para todos esses não tenho grandes dúvidas em aceitar que a coisa melhorou. Mas para os restantes, se mal pergunto, onde está a diferença?! E essa coisa dos feriados e das trinta e cinco horas não conta. Já tentei convencer várias meninas das caixas dos supermercados a aceitarem isso como pagamento das compras e elas, vá lá saber-se porquê, olharam-me de esguelha e não aceitaram. Para a próxima pergunto se posso pagar em optimismo. 

Compartilhar no WhatsApp