Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Intolerância com a tolerância

por Kruzes Kanhoto, em 27.04.17

t6MrahgN.jpg

 

A propósito da vinda do Papa a Fátima e da tolerância de ponto concedida aos funcionários públicos anda muita gente a evocar a laicidade do Estado para contestar a alegada liberalidade do governo para com a função pública. Com alguma razão, admito. Mas, apesar de admitir a razoabilidade dos motivos que lhes assistem para manifestarem de forma tão veemente a inveja e o ódio que lhes percorre os teclados, acho piada à selectividade da indignação. Embora, dentre a vasta multidão de indignados, reconheça dois grupos distintos cada um apontando as baterias do ódio em sua direcção. Uns, os invejosos, indignam-se por a dispensa de ir trabalhar se aplicar apenas a quem trabalha para o Estado. Outros, os esquerdosos, aproveitam a ocasião para manifestar quanto odeiam a “cristandade”. A propósito do que penso acerca de uns e de outros podia citar o presidente do sporting. Ou, até, alguém com importância. Mesmo que pequena. Mas não. Prefiro algo mais sério. Ou apenas sério. Assim tipo recordar que nem uns nem outros manifestam igual nível de irritabilidade quando o dinheiro público é usado a beneficiar outras religiões. Como construir mesquitas, por exemplo.

Compartilhar no WhatsApp