Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kruzes Kanhoto

Ainda que todos, eu não!

Garrafões aos molhos

por Kruzes Kanhoto, em 24.02.15

HPIM0327.JPG

Apesar da separação do lixo doméstico e sua posterior deposição no eco-ponto constituir já um hábito adquirido para um número muito significativo de pessoas, ainda há quem não o faça. Ou, como a imagem demonstra, deixe o "serviço" a meio. Apesar de todas as campanhas de informação e sensibilização é infelizmente comum encontrarem-se este tipo de embalagens junto aos contentores, o que revela um manifesto comodismo da parte de quem o faz.

O procedimento correcto podia até constituir uma terapia anti-stress totalmente gratuita.

Siga os seguintes passos:

- Olhe o garrafão olhos na rolha e imagine a cara do seu chefe, patrão, sogra, vizinho do lado ou outra besta qualquer;

- Aperte, como se fosse o pescoço do imaginado, até esmagar completamente ou, se preferir, salte-lhe em cima aos pés juntos;

- Finalmente, leve-o até ao eco-ponto mais próximo e faça-o desaparecer da sua vida.




Compartilhar no WhatsApp